Tombs: “Edge of Darkness”

Tombs

.

Em um ano dominado por grandes lançamentos para o metal alternativo – entre eles Heathen, do Thou e As The Stars, do Woods Of Desolation -, há sempre espaço para mais um novo (bom) registro do gênero. Quem chega pelos próximos meses com mais um registro de peso para a cena nova-iorquina é o trio do Brooklin, Tombs. Responsáveis por um dos melhores registros lançados em 2011 – Path of Totality -, o grupo entrega no dia 10 de junho o esperado Savage Gold, terceiro registro em estúdio da banda e obra que chega oficialmente pelo selo Relapse Records.

Com produção do veterano Erik Rutan, o disco tem o caminho aberto com o lançamento da intensa Edge of Darkness. Resumo autêntico de tudo aquilo que a banda vem desenvolvendo desde Winter Hours (2009), a canção deixa de lado as experimentações, típicas em se tratando do Tombs, para soar minimamente comercial – se é que alguma canção do grupo pode ser encarada dessa forma. Mesma “acessível”, a nova faixa não se esquiva das quebras bruscas e a bateria adequada de Andrew Hernandez II, que já demonstrou um trabalho eficiente dentro do último álbum.

.

Tombs – Edge of Darkness