Tulipa Ruiz: “Pedrinho” (VÍDEO)

Do universo de pequenos excessos, cores e melodias dançantes que marcam as canções de Dancê (2015), para o cenário de temas minimalistas, ambientações contidas e pequenas fugas conceituais de TU (2017, Independente). Misto de coletânea e trabalho de inéditas, o registro de essência acústica passeia por diferentes fases da carreira de Tulipa Ruiz. Um olhar atento, naturalmente intimista, sobre tudo aquilo que a cantora vem produzindo desde a estreia com Efêmera, de 2010, além desvios breves que ultrapassam os domínios autorais e dialogam com a obra de outros artistas.

Inicialmente pensado como um trabalho intermediário e de retrospecto, adaptando parte do repertório acumulado pela cantora nos três primeiros discos de inéditas, TU acabou crescendo durante o período de gestação. Pequenos resgates e atos de puro ineditismo, como um produto direto do isolamento entre Ruiz, o irmão Gustavo e o percussionista francês Stéphane San Juan, parceiro de longa data da dupla, nos estúdios do nova-iorquino Scott Harding, artista que já trabalhou com nomes como Medeski Martin & Wood, The Jon Spencer Blues Explosion e Björk. Leia o texto completo.

Com direção de Fábio Lamounier, Pedro Henrique França e Rodrigo Ladeira, Pedrinho é o mais novo clipe da cantora e compositora paulistana Tulipa Ruiz. Parte do álbum de versões Tu (2017), registro entregue ao público no último ano, o trabalho é uma celebração ao corpo e uma resposta aos incontáveis ataques contra diferentes exposições e performances artísticas nos últimos anos.


Tulipa Ruiz – Pedrinho